Mulher é detida por abandono de incapaz e ainda é localizado em sua casa roupas da loja que trabalha em São Mateus do Sul

Março 3, 2021 0 Por ClicSulNews

Solicitante compareceu na sede da 3ª CIA juntamente com sua filha como testemunha e relatou que recebeu fotos via aplicativo whatsapp de um masculino, onde nas fotos recebidas haviam várias roupas da sua loja na casa da sua funcionária, inclusive podendo ser visto etiquetas nas roupas.

Também  relatou ainda que a suspeita vai trabalhar e deixa seus dois filhos de 10 e 5 anos sozinhos em casa.

 Diante das informações equipe deslocou até o conselho tutelar e então foi deslocado até a Loja da solicitante, chegando ao local, outra funcionária informou que a suspeita havia saído do local cerca de 10 minutos antes, na sequencia deslocado até a residência da mesma, sendo localizada em frente ao portão de entrada do Condomínio, explicado a situação para a mesma, que relatou que apenas teria algumas roupas pertencentes a loja em casa e que as mesmas estariam em condicional para levar para clientes.

A suspeita entrou na residência e entregou uma sacola com diversas roupas, neste momento já foi possível visualizar que os dois filhos da mesma estavam sozinhos em casa (fato este confirmado posteriormente por vizinhos que não quiseram identificar-se para o Soldado e para os conselheiros tutelares que acompanhavam o atendimento da ocorrência).

 A mesma fora indagada sobre a presença de mais roupas pertencentes a loja, onde inicialmente negou, porém logo na sequência disse que haviam mais roupas no guarda-roupa, sendo localizados em dois guarda-roupas 96 peças de roupas sendo calças, bikinis, blusas, roupas de academia, sutiã, vestidos, saias de diversas marcas tais como rola moça, viber, dimy, yex entre outras, totalizando um valor aproximado de R$ 24.400,00 (vinte e quatro mil e quatrocentos reais) segundo avaliação da vítima, algumas peças com etiqueta e outras sem, no veículo de suspeita foi localizado uma passadeira a vapor portátil da marca Philco, de propriedade da vítima.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão a autora, conduzida a mesma até o Pronto Atendimento local e posteriormente até a 3ª SDP para procedimentos de polícia judiciária. Obs: as crianças ficaram aos cuidados dos conselheiros tutelares, que entraram em contato com o pai delas, que por sua vez compareceu até a 3ª SDP para cuidar das crianças.

Fato acontecido as 16h30min do dia 02 de março de 2021.

Os nomes não foram divulgados para preservação dos envolvidos.